Como usar App Meu Inss? Guia para Ajudar Você!

app-meu-inss
Anúncios

Leia o texto até o final e saiba tudo sobre como usar o App Meu Inns!

O App Meu Inss passou a ser disponibilizado pelo Instituto Nacional do Seguro Social no ano de 2017 com o intuito principal de possibilitar o agendamento e pedidos de benefícios.

No ano de 2020 por conta da pandemia do novo Coronavírus, o Instituto teve que dar mais atenção para esta ferramenta, a fim de contribuir com o isolamento social.

Anúncios

Sendo assim, para evitar aglomeração nas agências, diversos serviços presenciais foram suspensos e as agências fechadas temporariamente.

Neste ano, o aplicativo se tornou o principal meio de solicitar por benefícios ou receber informações adicionais, algo que iremos esclarecer com detalhes ao decorrer do conteúdo.

Sumário com os tópicos apresentados:

  • O que é e para que serve o App Meu INSS? 
  • Qual aplicativo do INSS para aposentadoria?
  • Como baixar e se cadastrar no App Meu INSS? 
  • Como usar o App Meu INSS? 
  • Falar com atendente do INSS online;
  • Por que não consigo entrar no Meu INSS? 
  • Conclusão.

O que é e para que serve o App Meu INSS?

Em primeiro lugar, saiba que o Meu INSS é uma ferramenta disponível no ambiente digital e que foi desenvolvida a fim de facilitar a sua vida.

Portanto, através da plataforma você tem acesso a mais de 90 serviços.

Assim como dito na introdução do conteúdo, esta foi a melhor solução encontrada pela Previdência para reduzir as filas nas agências.

Além disso, um dos objetivos seria disponibilizar informações de forma acessível ao cidadão brasileiro.

Vale destacar que o Meu INSS não é só um app.

O acesso também pode ser feito por meio do site, sendo interessante para os que não têm um smartphone.

Apesar disso, não há diferença entre o acesso pelo app ou site, escolha o melhor em seu caso!

Dessa forma, confira alguns dos serviços que estão disponíveis tanto no App Meu Inss, quanto no site:

info-App-Meu-INSS
  • Atualização dos seus dados cadastrais;
  • Acesso ao extrato de imposto de renda;
  • Possibilidade de acessar a carta de concessão do benefício;
  • Acesso ao extrato de empréstimo consignado;
  • Solicitação do auxílio doença;
  • CNIS (Extrato Previdenciário);
  • Solicitação e acompanhamento de benefício assistencial, aposentadorias e pensão por morte, bem como salário maternidade urbano;
  • Consulta à revisão do benefício;
  • Solicitação de cessação de benefício por óbito;
  • Pedido de recurso de benefício por incapacidade;
  • Agendamento e o resultado da sua perícia médica;
  • Cadastro ou renovação de representante legal;
  • Cadastro de pensão alimentícia;
  • Cálculo de contribuição em atraso, emissão e ou cálculo de GPS;
  • Pedido de exclusão de empréstimo consignado.

Qual aplicativo do INSS para aposentadoria?

Assim como citamos um pouco acima, a solicitação e o acompanhamento da sua aposentadoria podem ser feitos com o uso do App Meu Inss.

Agora o cidadão não precisa visitar a agência com o intuito de formalizar a solicitação ao Instituto.

Além do app e site, a solicitação também é feita pelo número de telefone 135.

Como resultado, o seu pedido será processado eletronicamente e caso os seus dados estiverem corretos no sistema oficial, a concessão do benefício pode ser feita de maneira automática.

Isso está ocorrendo em 80% das solicitações de aposentadorias por tempo de contribuição que são feitas com o uso do app.

Sendo assim, você tem uma resposta em até 24 horas.

Somente quando for necessário, você será chamado para entregar a documentação complementar.

Um recurso muito interessante seria a possibilidade de simular a aposentadoria e renda.

Através desta simulação, dá para entender se o trabalhador tem o direito ao benefício, além do valor estimado da sua renda mensal.

Por isso, o simulador visa ajudar o cidadão a obter mais informações sobre os seus direitos.

De acordo com o Instituto, depois que uma pessoa faz a simulação e consta a falta de alguma condição para a concessão do benefício, é necessário aguardar até que todos os requisitos sejam cumpridos.

Quando isso ocorrer, a pessoa irá receber o benefício de forma automática, assim como esclarecemos acima.


Principais documentos para a solicitação no App Meu Inss

Em primeiro lugar, é necessário que você tenha em mãos o seu documento de identificação para dar entrada ao pedido.

Nesse sentido, o Instituto aceita a cédula de identidade (RG) que tenha o seu número de CPF.

No caso do cidadão que não tem o CPF no RG, é necessário anexar o cartão ou algum comprovante que tenha o número do CPF e o nome completo.

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) também é aceita como documento de identificação.

Por outro lado, a carteira de trabalho é um documento básico, sendo responsável por comprovar todos os seus vínculos de trabalho.

É um documento fundamental, tendo em vista que alguns vínculos trabalhistas podem não estar no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

E por falar em CNIS, saiba que ele é capaz de comprovar as suas contribuições para o Instituto.

Além disso, este cadastro mostra o valor dos salários de cada contribuinte, algo que afeta diretamente o valor final da sua aposentadoria.

O comprovante de residência é importante porque garante que você mora, de fato, em um endereço válido em nosso país.

Aliás, há o requerimento por escrito que é um documento opcional, porém muito importante no processo.

Este requerimento funciona como uma espécie de guia para que o servidor do Instituto analise o seu pedido.

Dessa forma, o documento deve conter o seu objetivo com cada comprovante que juntou na solicitação de aposentadoria.

Por fim, o comprovante de período de atividade especial, no exterior e rural.

Apesar disso, nota-se que há diversos tipos de segurados especiais, dentre eles o pescador, rural, seringueiro ou extrativista vegetal, bem como o artesanal.

E cada um deste segurados deve fazer uma autodeclaração, por isso, fique atento!


Início do processo de solicitação da aposentadoria

inicio-do-processo-de-solicitacao-de-aposentadoria

Inicialmente, faça o login no App Meu Inss com o uso do seu CPF e senha, e clique na parte de agendamentos/solicitações.

Logo em seguida, toque em “novo requerimento” e indique o serviço ou modalidade de aposentadoria que pretende solicitar.

Neste momento é possível que apareça uma tela para a atualização dos seus dados pessoais.

Note que o Instituto exige que você adicione todas as suas informações corretamente para que o benefício seja aprovado.

Em seguida, é necessário responder às seguintes perguntas:

  • Você tem tempo especial?
  • Você possui o tempo rural?
  • Tem tempo trabalhado no exterior?
  • Já trabalhou como professor?
  • Já atuou como um militar e/ou funcionário/servidor público da União, Estado ou Município?

Dependendo do seu caso, é possível que também apareça a seguinte pergunta no App Meu Inss:

Se não tiver o tempo de contribuição integral, concorda em receber a aposentadoria proporcional?

Como próximo passo, permita que o Instituto venha alterar a data de entrada do requerimento da aposentadoria, que seria a famosa reafirmação da DER.

Ou seja, este é um passo importante tendo em vista que caso você cumpra com todos os requisitos no meio do processo administrativo e tenha direito ao benefício, tudo será mais rápido.

Isso ocorre porque não é necessário fazer outro pedido em casos de negação sob a justificativa que você não preencheu os requisitos inicialmente.

A seguir, chegamos ao momento de anexar toda a documentação que foi reunida anteriormente e preencher os campos com alguns de seus dados.

Não precisa se preocupar caso o app solicite por documentos que você não tenha como, por exemplo, comprovante do exercício de atividade no serviço público.

Com relação ao requerimento por escrito, saiba que é possível anexá-lo em “Outros documentos”.  


Finalização do pedido no App Meu Inss

Sendo assim, o próximo passo é de indicar o CEP do local em que mora para definir uma Agência da Previdência Social próxima da sua residência.

Em alguns casos, o cidadão ainda precisa visitar uma agência para solucionar algumas questões relacionadas ao pedido, por isso, este passo é importante.

Além de definir uma agência do Instituto, escolha a agência bancária em que pretende receber o benefício.

Revise os dados inseridos no pedido, bem como confirme que todos são verdadeiros.

Clique em “declaro e concordo com as informações acima” para finalizar a solicitação da sua aposentadoria.


Como baixar e se cadastrar no App Meu INSS?

como-baixar-e-se-cadastrar-no-app-meu-inss

Visite um dos links a fim de baixar o app em seu IOS ou Android.

Na primeira página do aplicativo é necessário fazer o cadastro indicando alguns dos seus dados como, por exemplo, nome completo, CPF, data e local em que nasceu, tal como o nome completo da sua mãe.

Durante o cadastro também é interessante ter em mãos a carteira de trabalho porque serão feitas algumas perguntas relacionadas à vida trabalhista e previdenciária.

Para exemplificar, é possível que você tenha que informar as datas em que fez as contribuições ou quando recebeu determinado benefício.


Cadastro no Meu INSS pelos bancos

Além disso, é interessante falar que o cadastro na plataforma do Instituto pode ser feito através do Internet Banking de algumas instituições financeiras.

Nesse sentido, iremos destacar a seguir como funciona o cadastro em alguns bancos:

Caso você seja um cliente do Itaú, visite o site da empresa e vá até a parte de “previdência e INSS”.

Logo em seguida, toque em “cadastrar a senha inicial de acesso ao Portal Meu INSS”.

Para o banco Santander, também é necessário acessar o site e clicar em “outros produtos”.

Assim, o cliente deve acessar a parte de “demais serviços”, seguido de “NAI – Núcleo de Autenticação Interbancária”.

Acesse este link caso seja um consumidor do Banco do Brasil e vá na opção de “serviços”.

Dessa forma, toque em “Previdência Social” > “Senha meu INSS > NAI”.

Por outro lado, para o Bradesco, clique aqui e selecione a opção de “outros serviços”, seguido de “documentos”.

Com isso, clique em “INSS – Cadastrar Código Inicial de Acesso ao Portal Meu INSS (NAI)”. 

Para fazer o cadastro no App Meu Inss diretamente pelo Sicoob, acesse o site e selecione a parte de “outras opções” > “Previdência Social”.

Por fim, clique em “Senha Meu INSS > NAI”.

Para os consumidores Banese, basta visitar o site e clicar em “serviços”, seguido de “Gerar Senha Meu INSS – NAI”.  

Aliás, os clientes da Caixa Econômica Federal devem clicar aqui e ir à parte de “serviço ao cidadão” > “INSS”.

Depois, basta selecionar “Gerar Código para Serviço INSS”.  

E para encerrar, aos clientes do Banrisul, basta acessar o site e ir em “menu serviços” > “Criar Código INSS”.  


Como atualizar o App Meu INSS?

A atualização pode ser feita na loja de aplicativos, por isso, acesse a App Store ou Google Play, pesquise por “Meu INSS” e clique na opção de atualizar.

Portanto, também é interessante esclarecer a seguinte dúvida:

Como atualizar os dados no MEU INSS? 

Bom, o processo é muito simples, basta clicar na parte de “agendamentos/solicitações”.


Como usar o App Meu INSS?

Embora o app permite que você acesse alguns recursos sem efetuar o login, indicamos que você faça o cadastro para agilizar o processo.

Por isso, depois de entrar na sua conta, permita que o app acesse e use as suas informações.

Na tela principal, você é capaz de ver todos os serviços disponibilizados de forma online, sendo que basta selecionar cada um deles para mais detalhes.

Além disso, dá para usar a barra de pesquisa ou clicar no ícone com três barras para ver o menu que fica ao lado.

Neste menu é possível ver todos os serviços mais acessados como, por exemplo, o simulador de aposentadoria.

Portanto, caso você abra o simular, o app logo irá contabilizar o seu tempo de contribuição e idade.

Logo em seguida, dá para ver se você cumpre com todos os requisitos para obter o benefício de aposentadoria.

Nesse sentido, ao clicar em cada aba, você é capaz de entender mais detalhes.

Além disso, caso você precise fazer uma solicitação ou agendar um horário em uma agência, clique na parte de “Agendamentos/Solicitações”.

De modo geral, dá para abrir as opções de cada serviço e o tipo de agendamento ao pressionar a seta.

No próprio app você será informado se o seu tipo de solicitação deve ser finalizada de forma presencial ou pode ser feita no ambiente digital.

Caso precise de qualquer ajuda, basta recorrer à assistente virtual:


Como falar com atendente do INSS online?

como-falar-com-o-atendente-do-inss-online

Com o uso do App Meu Inss você também conta com a possibilidade de falar com a assistente virtual do Instituto, a Helô.

Por isso, logo depois de acessar o aplicativo, basta clicar no ícone de dois balõezinhos de diálogo que aparece no canto inferior direito da tela do seu celular.

A assistente virtual está disponível para esclarecer todas as suas dúvidas mais frequentes e que estejam relacionadas aos extratos, perícia médica, declarações, certidões, dentre outros.

Nesse sentido, depois de abrir o chat de conversa, a Helô irá solicitar o seu nome e CPF a fim de personalizar o atendimento.

Mas, note que nenhum outro dado será solicitado pela assistente virtual como, por exemplo, alguma senha.

Novamente, vale destacar que além do aplicativo, o cidadão conta com a possibilidade de falar com a assistente através do portal ou até mesmo pela Central Telefônica 135.

Caso você prefira esclarecer suas dúvidas por ligação, saiba que o atendimento é de segunda a sábado, das 7h às 22h.

E por conta da grande demanda de ligações, é indicado que você ligue depois das 18h e sábados.

Bom, no atendimento pelo App Meu Inss é necessário informar CPF e nome, porém como funciona o atendimento telefônico?

Caso você seja um aposentado ou pensionista, deve ter os seguintes documentos em mãos para esclarecer as suas dúvidas por ligação:

  • Número do NIS/PIS (para empregado com carteira assinada);
  • Número do CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • CNPJ ou CPF do empregador;
  • Número do NIT (para os contribuintes individuais e domésticos);
  • Número do Benefício (NB) ou número de inscrição na Previdência Social; se tiver.

Outra vez, devemos destacar que durante o atendimento o assistente não solicita a sua senha, somente os documentos para a identificação.

É interessante ter isso em mente a fim de evitar qualquer golpe, fique atento!


Por que não consigo entrar no Meu INSS?

Infelizmente é comum que o aplicativo e o site sofram com algumas instabilidades por conta da grande demanda.

Portanto, iremos destacar os principais problemas e algumas das soluções:

Plataforma fora do ar

Diversos cidadãos relataram que ao tentar efetuar o login na plataforma, receberam a mensagem de que “ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde”.

Além disso, alguns afirmaram que no site, apareceu uma mensagem de que estava em manutenção, algo que também pode ocorrer após o login, quando a pessoa tenta acessar um serviço.

Erro de carregamento da página e erro de busca dos seus dados

É possível que o cidadão também tenha tentado acessar determinado recurso no App Meu Inss, porém apareceu somente uma página em branco.

Por isso, não há nenhum resultado da busca.

Aliás, você pode se deparar com a seguinte mensagem: “ocorreu um erro ao buscar seus dados. Tentar novamente”.

Isso ocorre quando o objetivo é acessar diferentes recursos, inclusive informações sobre os benefícios e pagamentos.

Cadastro bloqueado no App Meu Inss

O seu cadastro pode ser bloqueado pelo sistema de proteção ou até mesmo por falhas no sistema.

Aliás, caso você tenha esquecido a sua senha e tente acessar diversas vezes, o cadastro pode ser bloqueado por questões de segurança.

Neste caso, basta clicar em “esqueci minha senha” e seguir o passo a passo.

Nos demais casos, é necessário entrar em contato por meio da central e informar que o seu cadastro está bloqueado.

Crédito não retornado 

Por outro lado, é possível que o sistema aponte que você recebeu o seu benefício, apesar de ele não ter sido enviado para a conta.

Para solucionar esta questão, é necessário acessar o app e ir à parte de “novo pedido”.

Logo em seguida, vá em “novo requerimento”, seguido de “atualizações para manutenção do benefício e outros serviços”.

Por fim, escolha a opção de “solicitar pagamento de benefício não recebido”.

Não há créditos para o período informado

Embora seja segurado, também é possível que você se depare com a seguinte mensagem depois de tentar obter o extrato de pagamento do seu benefício:

“Não há créditos para o período informado”.

Esta é outra falha técnica do App Meu Inss que deve ser solucionada através da central.

Benefício não desbloqueado para empréstimos consignados 

Caso você não seja um segurado que está dentro do prazo de carência para o pedido de empréstimo, que tem a duração de 30 dias contando a partir da data de concessão do benefício, este é outro erro da plataforma.

Por isso, a mensagem é a seguinte: “O Benefício encontra-se bloqueado pela concessão”.  

Erro na consulta de margem

Por fim, é possível que ocorra erro na consulta da margem consignável.

Aparecerá indisponível apesar de o segurado ter solicitado a liberação do benefício para permitir a contratação, pois pode levar alguns dias para o sistema ser atualizado.

Neste caso, basta aguardar.


Conclusão

como-usar-app-meu-inss

Para encerrar este conteúdo, confira uma dica muito importante:

Sempre mantenha os seus dados atualizados no App Meu Inss.

Por exemplo, caso uma pessoa solicite a aposentadoria e não esteja com os dados atualizados, o processo se torna mais demorado e é possível até que o benefício seja negado.

E no caso de segurados que mudaram de cidade, é necessário solicitar a transferência do benefício para a nova localidade.

Este tipo de atualização não pode ser feita de forma online, é necessário agendar um horário em uma das Agência do INSS.

Compartilhe:

Posts Relacionados