Bolsa Família cancelado? 3 razões para isso acontecer

Anúncios

O programa Bolsa Família tem o intuito de ajudar milhares de cidadãos em situação de pobreza ou pobreza extrema. Podem se beneficiar com o auxílio aquelas famílias cuja a renda por pessoa seja entre R$ 89,00 a R$ 178,00.

O que vai definir o tipo de ajuda é a situação socioeconômica do núcleo familiar. Este, aliás, é uma das razões que podem resultar no Bolsa Família cancelado. O corte ocorre assim que a atualização cadastral é feita, ou seja, não acontece de modo automático.

Portanto, confira abaixo 3 razões que resultam no cancelamento do benefício.

1 – Renda acima do valor aceito

Anúncios

Famílias podem ter o benefício cancelado por apresentarem uma renda acima do valor médio aceito no programa.

Se enquadram em situação de pobreza os núcleos familiares onde a renda seja de R$ 89,00 a R$ 178,00 por pessoa ou extrema pobreza, com ganhos por pessoas de até R$ 89,00 por mês.

2 – Falta de atualização do cadastro

Outro motivo que leva ao cancelamento do Bolsa Família é a falta de atualização cadastral, exigida a cada 2 anos.

A razão para isso é que o responsável pelo núcleo familiar deve atualizar os dados básicos, como endereço, escola e renda, junto ao governo no prazo determinado

No próprio extrato do Bolsa Família é realizado o envio do aviso de atualização cadastral.

Caso ele não seja realizado no prazo determinado, o auxílio ficará retido e não poderá ser sacado.

3 – Prazo de saque excedido

Assim que o dinheiro do Bolsa Família é liberado, o beneficiário tem o prazo de 90 dias para sacar ou movimentar os recursos.

Caso contrário, o MInisitério do Desenvolvimento Social entenderá que a família não precisa da assistência do beneficio e o desligamento será automático.

Compartilhe:

Posts Relacionados