Como consultar PIS pelo CPF

Consultar PIS pelo CPF não é um mistério, no entanto, há algumas regrinhas importantes sobre quem pode fazer uso do benefício além de ser necessário algum conhecimento em outros tipos de benefícios que podem auxiliá-lo na sua busca.

Anúncios

Portanto, para descobrir esses detalhes importantes e outros, continue sua leitura até o final.

Abaixo, você encontrará um índice das informações que este artigo contem:

  1. O que é PIS
  2. Qual a serventia do PIS
  3. Quem tem direito ao benefício PIS
  4. Qual a diferença entre PIS, PASEP, NIT e NIS
  5. Como consultar o seu PIS através do seu CPF
  6. Consulta feita pelo INSS
  7. Consulta feita pela Carteira de Trabalho
  8. COnsulta feita através do app Caixa Trabalhador
como consultar o pis pelo cpf?

O que é PIS

Em primeiro lugar, é muito importante destrinchar o que é o PIS, para que faça sentido sua necessidade e, que você descubra o seu real valor – além do dinheiro em si. 

Portanto, o PIS, Programa de Integração Social é uma sistema que tem como maior objetivo a transferência de renda para os trabalhadores de baixa renda por meio de uma contribuição em dinheiro que as empresas fazem aos cofres públicos. 

Como resultado dessa contribuição, há o financiamento do pagamento do seguro desemprego e do abono salarial, contemplando essa transferência de renda já comentada.

Você frequentemente verá a sigla atrelada a outras duas, o PASEP e o NIT, que de forma bem resumida, também oferecem o mesmo tipo de distribuição de renda, mas focado em nichos diferentes de trabalhadores. Os funcionários públicos e os autônomos.


Para o que serve o PIS?

Ao consultar o PIS pelo seu CPF – ou outra forma – você vai estar vendo uma união de recursos financeiros que possuem o objetivo de colaborar para o desenvolvimento social dos trabalhadores, através de benefícios.

Portanto, tais valores quando pagos pelas empregadores (empresas) de todo o Brasil estão sendo empregados para custear esses benefícios, que como já foi dito, são o seguro-desemprego e o abono salarial.


Direito ao PIS: quem tem?

Para você saber se tem direito ao benefício, isto é, antes de consultar o PIS pelo CPF ou por outro meio, você precisa ter certeza se tem direito a ele ou não. 

No entanto, a regra é bem simples: toda pessoa que é empregada em um empresas privadas e registrada no regime de CLT possui um número PIS. E é graças a ele, como você já viu, que você tem acesso a tais benefícios trabalhistas.

Durante todos os anos, você ou outro trabalhador pode ser contemplado pelo abono salarial, que dada as devidas comparações, funciona como um 14º salário anual.

Para poder ser contemplado com isso e, o seu seguro-desemprego, em caso do pior acontecer e você precisar sair do seu emprego – que é importante e ninguém realmente espera precisar dele, você precisa:

  • Ter trabalhado com sua carteira assinada por, no mínimo, 30 dias no ano anterior;
  • Ter recebido, em médio, até 2 salários mínimos por mês nesse período (cerca de R$2.600,00 reais);
  • Contudo, você precisará estar inscrito no programa por pelo menos 5 anos.

Qual a diferença entre PIS, NIS, NIT e PASEP

Você já sabe o que é o PIS, mas e o NIS e o PASEP, quais são suas funções, agora que você sabe para que o primeiro serve e, sabe quais nichos de trabalhadores cada uma deles atende.

Portanto esse tópico do artigo explicará isso, começando pelo PASEP, que é um sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público e tem um funcionamento igual ao do PIS.

Já o NIS, Número de Identificação Social. Ele tem função, atribuída pela Caixa Econômica Federal, de identificação de pessoas cadastradas em programas sociais do governo. 

E, de acordo com a Caixa, “uma inscrição PIS é uma inscrição NIS com a informação de vínculo empregatício”, o que torna o seu número NIS o mesmo que o PIS.

Entretanto, o NIT, Número de Identificação do Trabalhador, é responsável por aquele grupo de trabalhadores que não possuem vínculo empregatício formal. Desta forma, seu NIT substitui o seu PIS, nessa ocasião.


Como consultar PIS pelo CPF?

Para consultar o PIS pelo CPF você deve optar por uma ferramenta de busca. Uma de algumas opções que você pode escolher, sendo a mais tradicional através do INSS. No entanto há outras:

  • INSS
  • Carteira de Trabalho
  • Aplicativo Caixa Trabalhador

Essas são as principais, mas não todas as formas. Entretanto, em cada uma dessas opções de consulta, você vai encontrar todas as contribuições realizadas pelo trabalhador, seja como autônomo ou com vínculo pela CLT.

Uma maneira simples de consultar o PIS com o número de CPF é por meio do site Meu INSS. Integrada ao gov.br, a ferramenta centraliza diversos serviços. Além de consultar o PIS, é possível conferir o tempo de contribuição por meio do acesso ao Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Nele vão constar todas as contribuições realizadas pelo trabalhador como autônomo ou pelos empregadores ao longo dos anos.  


Consultar PIS pelo CPF através app do INSS

Consultar o PIS pelo CPF através do INSS, do seu aplicativo, é a maneira mais simples que você vai encontrar para fazer isso. Conectada diretamente ao portal do governo (gov.br), a ferramenta é uma centralizadora de serviços.

Portanto, para acessar PIS pelo CPF pelo aplicativo do INSS você deve seguir os seguintes passos:

  1. Acesse o portal Meu INSS
  2. Clique em Entrar
  3. Entre com seu CPF ou faça seu cadastro
  4. Acesse “Meu Cadastro”
  5. Confira mais detalhes abaixo:

Ao acessar o portal Meu INSS, pelo seu computador ou celular, clique em Entrar, e você encontrará no centro da tela um botão de redirecionamento escrito “entrar com gov.br”. Portanto, através dele você poderá fazer o seu login e encontrar todos os seus dados.

No entanto, é necessário informar seu CPF – caso você já tenha um cadastro registrado no portal – para continuar o processo de login. Em seguida, procure “Meu Cadastro” no menu superior, revelando todos os seus dados, incluindo o seu PIS, que estará no final da página.


Consultar PIS pelo CPF através app do Carteira de Trabalho Digital

Você também poderá consultar o PIS pelo CPF através do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Para isso, você precisa apenas seguir os passos listados a seguir:

  1. Baixe o app Carteira de Trabalho Digital no seu celular que é compatível para Android e iOS;
  2. Faça o login informando o seu CPF, caso já tenha cadastro, ou crie um registro fazendo um novo cadastros informando os dados solicitados;
  3. Após o login ser efetuado, clique no botão “Contratos’;
  4. Você verá uma página com todos os seus contratos de trabalho registrados na sua CLT. No entanto, pra conferir o seu PIS, será necessário clicar no “+”, localizado ao lado do nome da última empresa registrada;
  5. Pronto, você terá acesso aos detalhes deste último contrato, assim com a numeração do seu PIS.

Consultar PIS pelo CPF através do app Caixa Trabalhador

Além disso, você também poderá consultar o PIS pelo CPF de forma muito fácil e rápida através do aplicativo Caixa Trabalhador. Para isso, siga o passo-a-passo, abaixo.

  1. Baixe o app Caixa Trabalhador no seu celular que é compatível para Android e iOS;
  2. Abra o app e toque em “Acessar”;
  3. Informe o seu CPF, caso já tenha um cadastro. Entretanto, caso não tenha, é muito simples fazê-lo, siga os passos indicados e informe a documentação requerida;
  4. Agora que seu login foi efetuado, procure o botão “Meu NIS”, que está localizado no canto superior esquerdo da tela;
  5. A tela seguinte mostrará o seu NIS, que também é o seu número PIS.

Conclusão

Em resumo, é muito simples acessar sites e aplicativos variados para consultar o PIS pelo CPF. No entanto, não deixe de estar atento às regras de uso, para saber se você tem direito ao benefício.


Trends