Empréstimo entre R$ 1.500,00 e R$ 5.000 para trabalhadores. Conheça!

Anúncios

A população que antes era beneficiada pelo auxílio emergencial, cujo o pagamento chegou ao fim no mês de dezembro de 2020, terá direito aos recursos do novo programa de microcrédito.

O tema ainda será debatido pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto.

Segundo as informações já divulgadas, os créditos serão entre R$ 1,5 mil até R$ 5 mil. A Caixa Econômica Federal, instituição financeira responsável pelo depósito dos benefícios, já tem condições de liberar cerca de R$ 10 bilhões para esse novo financiamento de crédito.

Anúncios

O argumento para a finalização do auxílio emergencial é pelo fato do orçamento da União não ser mais capaz de suportar o programa. Logo, ele ficou válido apenas para o período vigente de calamidade pública.

38 milhões de brasileiros sem o auxílio emergencial

O intuito do Governo Federal é contemplar a população que é considerada “invisível” e que, até então, estava trabalhando de maneira informal, sem auxílio algum. No total, serão cerca de 38,1 milhões de brasileiros enquadrados nessa categoria.

O governo ainda menciona que as pessoas que fizeram utilização dos recursos do programa social para a compra de insumos necessários a sua vida profissional, ainda que durante a pandemia, também podem ser contempladas para o microcrédito.

Entre os recursos usados ao novo programa seriam os chamados “depósitos compulsórios”, facilitando assim o progresso de R$ 10 bilhões para R$ 25 bilhões destinado a essa nova linha de crédito.

A União também objetiva desenvolver um novo programa social que irá substituir o Bolsa Família. A ideia inicial é que fosse o Renda Cidadã, mas a proposta já foi cancelada.

Compartilhe:

Posts Relacionados