Golpe do empréstimo: 7 dicas para não cair nessa cilada

Anúncios

O golpe do empréstimo, infelizmente se popularizou na internet e já fez muitas vítimas. No primeiro trimestre de 2021 foram mais de 1,2 milhão de ocorrências.

Golpe-do-empréstimo

O golpe do empréstimo se tornou muito popular nos últimos meses, os criminosos já investiram mais de R$600 mil em anúncios do Google e conseguiram roubar mais de R$30 milhões das vítimas.

Por mais que as instituições financeiras estejam sempre avisando sobre o risco desses golpes, muita gente ainda acaba caindo.

Anúncios

Será que você também não corre esse risco? Calma, não precisa ficar preocupado! Faremos assim, leia esse texto até o fim e descubra 7 dicas para não cair nessa cilada. Veja abaixo nosso índice:

  • Como funciona o golpe do empréstimo?
  • 1. Saiba se a instituição financeira é confiável.
  • 2. Pesquise sobre a empresa na internet.
  • 3. Observe se a empresa realmente opera no endereço fornecido.
  • 4. Duvide de ofertas muito atraentes.
  • 5. Não aceite pagar as parcelas em contas de pessoas físicas.
  • 6. Não forneça seus dados para desconhecidos por telefone.
  • 7. Nunca pague para ter um empréstimo.
  • Conclusão.

Como funciona o golpe do empréstimo?

O golpe do empréstimo pode acontecer de diferentes formas e ter abordagem diferentes também.

Entretanto, a maior característica é que no final o solicitante sempre tem que depositar ou transferir algum valor antes para ter a quantia solicitada liberada.

As desculpas que eles inventam para convencer o solicitante a transferir o dinheiro são muitas, por exemplo, pagar um certificado digital de segurança, valor do carregamento, IOF, etc.

1. Saiba se a instituição financeira é confiável

Alguns golpistas usam o nome de instituições financeiras conhecidas para aplicar golpes, no entanto, você já sabe que nenhuma instituição financeira famosa pede depósito antecipado para liberar empréstimo.

Você pode entrar em contato com a instituição por algum meio de comunicação disponível no site oficial e verá que isso não procede.

Agora, existem instituições financeiras que não são tão conhecidas, mas oferecem empréstimo de confiança, então, como saber disso?

Para que uma empresa possa atuar como banco, financeira ou correspondente bancária ela precisa da liberação do Banco Central do Brasil.

Portanto, se quiser descobrir se uma empresa é confiável, basta conferir sua autorização no Bacen.

Fora isso, mesmo que ela seja regularizada, ela precisa seguir as normas do Banco Central, por exemplo, que condena os juros abusivos.

Faça isso e dificilmente cairá no golpe do empréstimo.

2. Pesquise sobre a empresa na internet

Essa regra vale na hora de adquirir qualquer produto ou serviço na internet. Verificar a reputação da empresa e o que os outros clientes falam dela é essencial antes de realizar qualquer compra ou adquirir um serviço.

Utilize as redes sociais da empresa para ver os comentários e também pesquise no Reclame Aqui.

3. Observe se a empresa realmente opera no endereço fornecido

Muitas instituições e bancos, apesar de não ter uma agência online, tem um endereço do escritório. 

Pergunte o endereço e depois verifique se ela opera mesmo no local informado. Essa é uma dica valiosa para não cair no golpe do empréstimo.

Isso porque, os criminosos são de diferentes partes do Brasil e operam de qualquer lugar.

4. Duvide de ofertas muito atraentes

Como diz o ditado: “Quando a esmola é demais, o santo desconfia”. Nesse caso, também não é diferente.

Um exemplo, você pode conseguir crédito mesmo negativado? Sim. No entanto, os juros são altos, além disso, é muito raro encontrar uma instituição que aprove.

Então, se encontrar uma proposta de empréstimo para negativado de uma instituição desconhecida, ou com ótimas condições, por exemplo, valores muito altos e juros baixos, desconfie e pesquise muito antes de aceitar.

5. Não aceite pagar as parcelas em contas de pessoas físicas

Nada de Pix ou TED para contas de pessoas físicas. Em uma instituição séria os valores são pagos via boleto ou em depósito bancário.

Se for informado que os valores das parcelas serão pagos na conta de fulana ou ciclana, interrompa o atendimento imediatamente, talvez, você possa estar sendo vitima do golpe do empréstimo.

6. Não forneça seus dados para desconhecidos por telefone

telefonema

Antes de fornecer seus dados pessoais via WhatsApp, verifique se o número é o mesmo de atendimento da empresa.

Além disso, nunca forneça senhas de cartões, contas ou código de verificações para terceiros.

7. Não pague para ter um empréstimo

Nenhuma instituição financeira séria e de confiança vai te pedir para depositar nenhum valor antes de liberar o valor do empréstimo.

Mesmo que haja alguma taxa de cadastramento ou outra tarifa, ela deve ser descontada diretamente nas parcelas do empréstimo.

Alguns golpistas alegam que o valor é de um certificado digital de segurança, mas isso não é verdade.

Se estiver em atendimento e a pessoa pedir para você realizar transferência para liberar o valor, testar conta ou coisa do tipo, encerre o atendimento no mesmo instante.

Não precisa ficar assustado ou ceder a ameaças, elas não têm nenhum fundamento, mesmo que ele te mostre algum print ou documento.

Conclusão

Em um momento de desespero, é normal tomarmos decisões precipitadas sem ao menos raciocinar corretamente.

No entanto, é importante tomar muito cuidado e ficar sempre atento, senão, você ficará numa situação bem pior do que já estava.

Cair no golpe do empréstimo é frustrante, por isso, acompanhe sempre as notícias do nosso blog, pois aqui sempre te ajudamos a escolher os melhores serviços financeiros do mercado.

Recomendação de leitura: Empréstimo para servidores públicos: o que é como funciona.

Compartilhe:

Posts Relacionados