Troca de telefone pode resultar no bloqueio do auxílio emergencial

Anúncios

Para acabar com as fraudes, a Caixa Econômica Federal comunicou que, para acessar o benefício através do Caixa Tem, só será possível o cadastro de uma conta. Portanto, um número de CPF por número de celular e o uso de uma mesma conta em até 2 aparelhos eletrônicos.

Logo, quem recebeu o auxílio emergencial em 2020 e trocou de aparelho celular ou o número de telefone usado anteriormente, é preciso de atenção, pois é possível ter a sua conta bloqueada para acessar o pagamento do auxílio emergencial.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, 95% do público que chegou até as agências físicas da Caixa na terça-feira relatou queixas ligadas ao bloqueio do Caixa Tem em razão da troca de linha ou de aparelho celular.

Anúncios

Pedro Guimarães ainda disse que esse é o grande ponto em relação aos bloqueios, pois foram identificados no ano anterior um grande número de celulares por CPF e aparelhos, o que mostra a possibilidade de fraude.

Como desbloquear a conta?

Caso o beneficiário esteja passando por esse tipo de situação, é preciso ir até uma agência da Caixa, entre 8 horas e 13 horas, com um documento oficial com foto, como RG ou CNH, e o número de CPF.

Além disso, para obter mais informações sobre basta ligar para o número da Caixa, que é o 111.

O banco começou o pagamento do benefício essa semana, através do Caixa Tem, para cerca de 2,4 milhões de pessoas que nasceram no mês de janeiro.

Vale apontar que os valores depositados podem ser usados paga o pagamento de contas de luz, telefone e de compras pelo próprio aplicativo, sejam elas de forma presencial, em estabelecimentos cadastrados, ou através da internet.

Por sua vez, a retirada do valor será liberado em cerca de 4 semanas após o depósito do dinheiro na conta digital da Caixa.      

Compartilhe:

Posts Relacionados