Consignado do Bolsa Família vai liberar empréstimo com taxa de 1,2%

Anúncios

O Governo Federal trabalha para criar uma linha de crédito dentro do Bolsa Família. Há semanas, representantes políticos estão anunciando uma série de propostas da reformulação do BF.

Além de aumentar os salários e o número de segurados, o Ministério da Cidadania prevê a concessão de um consignado com taxa de 1,2% ao mês.

Mudar o Bolsa Família se tornou uma das principais estratégias da campanha do Jair Bolsonaro. Visando a eleição de 2022, o chefe de estado vem estreitando suas políticas públicas sociais como um modo de garantir o eleitorado da população mais vulnerável.

Anúncios

Dessa maneira, desde o ano de 2020, Bolsonaro e sua equipe passaram a anunciar uma proposta de reforma integral no Bolsa Família.

A medida tem como intuito aumentar os investimentos do governo na pasta social, fazendo com que um número maior de brasileiro seja contemplado como reajustes.

Como será o consignado do Bolsa Família?

O consignado é uma linha de crédito, geralmente dada por instituições financeiras, onde um determinado valor é antecipado para o solicitante que o paga de maneira parcelada e com juros.

Dentro do BF, o governo estará em parceria com a Caixa Econômica Federal. A previsão é de que a população tenha acesso a empréstimo de até R$ 1 mil, com uma cobrança por mês de 1,2%.

Até o momento, não se tem relatos detalhados sobre os requisitos para a liberação do crédito. Geralmente, os bancos estabelecem que o cliente tenha uma comprovação de renda mínima como forma de pagamento.

Compartilhe:

Posts Relacionados