Último lote do Pis Pasep foi liberado dia 19

Anúncios

Com um novo valor de R$1.045 o último lote do Pis/Pasep foi liberado dia 19, quinta-feira, em março de 2020.

O PIS, Programa de Integração Social, é um benefício concedido pelo governo que visa a integração do funcionário no setor privado para o desenvolvimento da empresa.

Por outro lado, o Pasep, Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, é semelhante ao PIS e tem por objetivo a integração dos servidores públicos da União, estado,  município e Distrito Federal.

Anúncios

->->-> Leia também: Como sacar seu FGTS

Em síntese, o pagamento do Pis é realizado pela Caixa e do Pasep de responsabilidade do Banco do Brasil.

O último lote do pagamento Pis/Pasep começou dia 19, quinta-feira, e ficará disponível  para saque até o dia 30 de junho.

Fique bem atento para não perder esse dinheiro, continue lendo e saiba se você tem direito e a como sacar.

Lote Pis/Pasep 2020

Dia 19, quinta feira, já foi liberado pelo governo  o último abono do Pis/Pasep 2020, no mês de março.

Por ter ocorrido um reajuste do salário mínimo, o valor de R$988,00 passou a ser R$1045. Esse valor cheio é referente ao funcionário que trabalhou por 12 meses com carteira assinada no ano base de 2018.

Por outro lado,  pessoas que trabalharam por 30 dias com carteira assinada no ano base em 2018, receberão um abono salarial de R$88,00.

Vale a pena ressaltar que esse último lote do Pis/Pasep está destinado aos trabalhadores que nasceram em maio e junho, para o PIS e beneficiários que possuem o final 8 e 9, para o Pasep.

Como já foi informado no quadro anterior, o PIS é destinado para os trabalhadores de instituições privadas e o pagamento é de responsabilidade da Caixa econômica Federal.

Enquanto o Pasep é voltado para os funcionários públicos, e o pagamento é realizado pelo Banco do Brasil.

Quem tem direito ao abono salarial do Pis/Pasep

Acima de tudo, este abono salarial não está disponível para todas as pessoas. Para poder sacar esse benefício do Governo Federal é preciso estar dentro dos seguintes critérios:

  • Trabalhar no mínimo 30 dias com carteira assinada no ano base;
  • Ter inscrição no Pis/Pasep por no mínimo 5 anos;
  • Possuir os dados informados corretamente pela empresa no sistema de Redação Anual de Informações Sociais do Governo, o RAIS.

Como sacar o Pis/Pasep

Em primeiro lugar, o saque do abono salarial do Pis pode ser feito em uma lotérica ou agência com o cartão cidadão.

Para as pessoas que são correntistas Caixa o valor será depositado automaticamente na conta. Já quem não possui nenhuma dessas opções citadas acima, basta comparecer  a uma agência da instituição bancária com um documento de identificação.

Seguidamente, o Pasep é destinado aos servidores públicos. Portanto, o valor disponibilizado pelo o governo cai automaticamente na conta corrente do Banco do Brasil.

Fique atento para não perder o seu dinheiro, caso você se enquadre nas hipóteses citadas acima e não possui conta corrente em nenhuma dessas instituições financeiras compareça à uma agência com os seus documentos pessoais.

Os valores ficarão disponíveis para saque até o dia 30 de junho. Veja mais.

Compartilhe:

Posts Relacionados