Calendário da 3° parcela do auxílio já tem data para liberação

Anúncios

O calendário da 3° parcela do auxílio emergencial já tem data para ser divulgado, segundo o Governo Federal.

Assim, a promessa é que ele já seja liberado na próxima segunda-feira, 8 de junho.

Dessa maneira, o cronograma vai ser bem semelhante ao calendário da segunda parcela, com a divisão entre os grupos de beneficiários.

Anúncios

Isso porque, essa divisão tem o intuito de evitar aglomerações nas agências e lotéricas, em função da pandemia do covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Pagamento da 3° parcela do auxílio

Para começar, a Caixa Econômica Federal fará o depósito para aqueles beneficiários do Bolsa Família, de acordo com o digito final do NIS (Número de Identificação Social).

Em seguida, serão creditados na poupança digital os benefícios dos demais, levando em consideração os meses de nascimento.

Então, seguindo os mesmos princípios da segunda parcela, a Caixa Econômica Federal irá liberar o uso do valor de R$ 600,00 apenas pelo aplicativo em um primeiro momento.

Desse modo, será possível fazer uso para pagamento com o cartão de crédito digital online e em grandes redes de supermercados.

Além disso, estará liberado também o pagamento de boletos e pagamentos com QR Code.

Por conseguinte, por último, haverá também o calendário para o saque em dinheiro de R$ 600,00 da 3° parcela do auxílio emergencial.

Lembrando novamente que é possível fazer a transferência do valor para o PicPay e assim realizar o saque em Caixas Eletrônicos 24 horas.

Prorrogação do auxílio emergencial

O auxílio emergencial poderá ser estendido por mais dois meses depois que o pagamento da terceira parcela estiver finalizado, segundo o presidente Jair Messias Bolsonaro afirmou na última terça-feira (2).

No anúncio, o presidente informou que pode liberar mais dois pagamentos, além dos três primeiros que já foram aprovados.

No entanto, Bolsonaro não informou se o valor continuará sendo de R$ 600,00.

“Temos mais uma parcela de R$ 600,00, depois mais duas acertadas com o Paulo Guedes. Falta definir aí o montante. E vamos esperar que até lá os outros governadores entendam o que seja melhor pro seu estado e adotem medidas pra voltar aí o povo a trabalhar”, disse Bolsonaro, em fala na saída do Palácio da Alvorada.

Segundo especulações do que vem se falando nos últimos dias, é bem provável que as próximas duas parcelas sejam no valor de R$ 300,00 cada uma.

Isso porque, aos poucos estão sendo retomado os comércios de algumas cidades.

Compartilhe:

Posts Relacionados