FGTS 2020:Caixa mantém liberado os saques de R$498,00 e R$998,00

Anúncios

Para os trabalhadores de carteira assinada os saques do FGTS 2020 nos valores de R$498,00 ou R$998,00 mantém-se liberados. De acordo com a Caixa Econômica Federal estes números foram pré determinados através do saldo da conta vinculada na data de 24 de junho do ano passado. 

Os beneficiários do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço que já tinham o valor de R$998,00 na conta até o dia 24 de junho de 2019 poderiam sacar um valor menor ou igual. 

Continue lendo e saiba se você tem direito aos saques de R$498,00 e R$998,00 do FGTS 2020, liberado pela Caixa Econômica Federal. 

FGTS 2020: Como funciona o saque imediato? 

Anúncios

Primeiramente, o saque imediato é uma nova modalidade de saques do FGTS 2020 de contas ativas e inativas. Esta forma de pagamento foi adotada pelo Governo Federal em 2019 através da medida provisória n°889/19. 

No início dos saques do valor liberado pelo FGTS era de R$500,00, mesmo que o trabalhador não possuísse esse saldo em conta. Porém, após uma decisão do Governo optaram por liberar mais R$498,00 para os beneficiários que tivessem um saldo na conta de até R$998,00 até o dia 24 de julho do ano passado. 

Estes novos valores começaram a ter validade a partir de dezembro de 2019. Dessa forma, as pessoas que já haviam feito o saque de R$500,00 poderiam fazer mais um saque de R$498,00. 

Trabalhadores que ainda não sabem se tem direito a receber o saque imediato do FGTS 2020 é preciso saber o valor do saldo na conta referente ao dia 24 de julho de 2019. 

Esta consulta pode ser feita tanto no site da Caixa como pelo o aplicativo do celular na aba FGTS. 

Como funciona o saque anual? 

Beneficiários que não fizeram o saque imediato do FGTS poderão receber o saldo pela modalidade saque-aniversário, que é um saque feito uma vez por ano sempre no mês de aniversário do trabalhador. 

O saque-aniversário poderá ser feito tanto de contas ativas como contas inativas. Desse modo, pode ser retirado o valor de 5% a 50% do salto mais uma parcela adicional. 

Porém, quem fizer a opção por receber o saque anual do FGTS não poderá sacar os valores caso seja demitido por justa causa. De fato, nesta hipótese o valor que o trabalhador terá direito estará restrito apenas à multa de 40%. 

Como sacar o saldo do FGTS 2020? 

Em síntese, os beneficiários do FGTS que possuem conta corrente ou poupança na Caixa Econômica Federal terão os valores depositados automaticamente. 

Caso, o trabalhador não seja cliente da instituição financeira é preciso comparecer a uma agência ou casas lotéricas juntamente com um documento de identificação e o cartão cidadão. 

Vale ressaltar que os saques do saldo do FGTS 2020 podem ser feitos também através dos caixas eletrônicos do banco. Logo, é preciso apenas ter posse do cartão do cidadão juntamente com a senha. 

Aproveite e saiba tudo sobre como funciona o FGTS digital da Caixa, a nova maneira de receber o seu dinheiro, clicando aqui. 

Compartilhe:

Posts Relacionados