INSS estabelece novas regras que podem bloquear benefícios; veja

Anúncios

O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) fez um anúncio muito importante. O órgão divulgou que será realizada a revisão dos benefícios por incapacidade temporária.

Os beneficiários que precisam passar pela análise com o INSS já estão sendo convocados.

O aviso foi realizado por carta e também de forma digital, de acordo com os dados cadastrais dos beneficiários.

Anúncios

As regras atualizadas são referentes ao agendamento e da remarcação de exame de perícia médica. Também podem tratar da suspensão ou cancelamento do benefício, além de casos excepcionais.

Logo após receber o aviso, o segurado tem o prazo de 30 dias para realizar o agendamento da avaliação médica. Para isso, é só acessar o site do Meu INSS. O Instituto espera revisar 170 mil beneficiários dessa forma.

As novas regras foram divulgadas no Diário Oficial da União. Caso o cidadão não tenha como comparecer no dia agendado, será possibilitado apenas uma remarcação. Essa remarcação deverá ficar justificada pelo segurado.

Entretanto, a agência do INSS poderá remarcar o dia do exame segundo o imprevisto técnico.

No mais, o resultado da perícia deverá ser disponibilizado ainda no dia do exame. Sendo que a consulta do resultado poderá ser realizada pela central de atendimento (nº: 135) ou através do site do Meu INSS.

Doenças que possibilitam a aposentadoria por incapacidade permanente

  • Hanseníase;
  • Tuberculose ativa;
  • Esclerose múltipla;
  • Alienação mental;
  • Neoplasia maligna;
  • Hepatopatia grave;
  • Cegueira;
  • Cardiopatia grave;
  • Doença de Parkinson;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Síndrome de deficiência imunológica adquirida;
  • Contaminação por radiação.

É válido citar que a lista não é definitiva, pode existir casos que não estão descritos nela que ofertem a condição de incapacidade para o trabalhador.

Compartilhe:

Posts Relacionados