Haverá nova prorrogação do auxílio emergencial?

Anúncios

Os brasileiros estão pedindo a permanência do auxílio emergencial no ano de 2022.

Nas últimas semanas, muito se tem comentado sobre a adição do novo projeto social do presidente Jair Bolsonaro, denominado de Auxílio Brasil.

Assim, o programa visa substituir o atual Bolsa Família, mas ainda existe o interesse em manter o abono do covid-19.

Anúncios

O auxílio emergencial foi desenvolvido em abril de 2020 com o intuito de minimizar os impactos econômicos causados pelo coronavírus.

Inicialmente, a ideia era conceder 3 parcelas do benefício para os brasileiros desempregados e sem fonte de renda. Entretanto, neste mesmo ano, foi garantido 7 mensalidades.

Auxílio emergencial 2021

Recentemente, o governo federal aprovou a extensão do projeto até o final de outubro.

Dessa maneira, a população terá acesso a 7 meses com ajuda de custo por parte da União. Ainda quando retomado, no primeiro semestre deste ano, deveria durar até o mês de julho, porém foi prolongado.

Assim, a nova previsão dos calendários é de que o último pagamento aconteça em 31 de outubro.

Até lá, a Caixa irá conceder mais 3 parcelas, com inicio de depósitos previstos para essa quarta-feira (18).

Há chances de uma extensão?

Até o momento não há qualquer certeza. Em entrevista, Paulo Guedes, Ministro da Economia, disse que não descarta a possibilidade de manter o programa em funcionamento ao longo de 2022.

Segundo ele, é necessário inicialmente avaliar os impactos da covid-19 e entender o desenvolvimento econômico do Brasil para pedir a solicitação da extensão do benefício.

Caso a pandemia continue afetando os índices de empregabilidade e econômicos, há o estudo para a manutenção do auxílio.

Compartilhe:

Posts Relacionados