Projeto prevê abono de 2 mil extra do INSS

Anúncios

Os segurados registrados no INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), sendo eles aposentados, pensionistas ou beneficiados pelo BCP (Benefício de Prestação Continuada), ainda continuam em espera pelo seguimento dos trâmites referentes à Sugestão Legislativa (SUG) de autoria de Jefferson Brandão Leon, que menciona sobre o pagamento de R$ 2 mil extra.

A medida que prevê o pagamento de um abono extra no valor de R$ 2 mil foi registada oficialmente em 19 de junho de 2019 e, desde lá, colheu cerca de 26 mil assinaturas a favor da sua implementação.

Diante dessa repercussão favorável ao projeto, o senador Paulo Paim (PT-RS) recepcionou a medida, a qual se encontra em análise no Senado Federal atualmente.

Anúncios

Conforme descrito no texto, os aposentados, pensionistas e demais segurados do INSS deveriam ter recebido o respectivo pagamento até o dia 31 de dezembro, enquanto o Decreto de estado de calamidade pública ocasionado pela pandemia do covid-19 esteve em vigor.

Vale mencionar que, a SUG prevê o pagamento do abono para aqueles segurados que recebem um valor máximo de até três salários mínimos atualmente por mês.

A nova proposta foi feita com o objetivo de atuar como mais uma ferramenta no combate à pandemia do no coronavírus, embora não tenha sido possível colocá-la em prática ainda nos primeiros meses enquanto o cenário era mais grave e preocupante.

Entretanto, considerando que a medida continua em tramite pelas esferas federais, ainda há esperança de que ela seja apreciada em breve visando ajuda os beneficiários do INSS.

Lembrando que o acompanhamento dos tramites pode ser feito direto no site do Senado Federal.

No entanto, existem aqueles que acreditam que seja impossível que o projeto ainda alcance a aprovação, tendo em vista que o texto previa o pagamento do abono de R$ 2 mil extra durante o período da calamidade pública, que chegou ao fim em 31 de dezembro.

Compartilhe:

Posts Relacionados