O que é e como funciona o Concurso Nacional Unificado?

O Concurso Nacional Unificado é uma iniciativa que pode promover a igualdade de oportunidades e ajudar muitos brasileiros a realizarem o sonho de seguir carreira no setor público.

A princípio, o (CNU) Concurso Nacional Unificado é como se fosse o Enem dos Concursos públicos.

Anúncios

Ele integra 21 órgãos federais, e dá a oportunidade para o candidato concorrer a mais de um cargo, se estiver integrado no mesmo bloco de temas.

Leia o texto e veja como o concurso funciona. 

Como é o bloco temático do CNU?

O bloco temático deste concurso abrange grupos que têm ligação com as áreas de atuação no governo, sendo 8 blocos no total, veja:

  • Exatas, Engenharia e Infraestrutura;
  • Dados, Tecnologia e Informação;
  • Agrárias, Biológicas e Ambiental;
  • Saúde do Servidor e Trabalho;
  • Desenvolvimento Social, Saúde, Educação, e Direitos Humanos;
  • Regulação e Setores Econômicos;
  • Administração Pública e Gestão Governamental;
  • Nível Intermediário.

Como será formado o Concurso Nacional Unificado?

O CNU será desempenhado em um mesmo concurso em 217 cidades de forma simultânea.

Em suma, a base desse formato é o Enem, que já atingiu mais de 1727 municípios, com um número aproximado de 5 milhões de inscritos.

Dessa maneira, o Concurso Nacional Unificado tem o intuito de deixar de uma forma mais democrática as buscas pelas vagas, além de deixar acessível a todos.

Anúncios

Com relação à estrutura de governança, o concurso prevê uma condução do MGI integrado a outros órgãos como:

  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais;
  • Instituto de Pesquisa Economia Aplicada;
  • Escala Nacional de Administração Pública;
  • Advocacia geral da União.

Veja também: veja como se inscrever no Concurso Nacional Unificado

Qual o motivo da realização do CNU?

Concurso Nacional Unificado

Esse projeto tem como princípio centralizar o método de contratação de servidores públicos para conceituar a seleção.

Em suma, entende-se que o estado necessita de servidores públicos com capacidade de monitorar, implementar, e avaliar políticas públicas dirigidas para resolução de problemas.

Como resultado, a ideia é que essa proposta traga um efeito positivo para sociedade brasileira ao melhorar o processo e democratizar.

Isso será garantido na aplicação das provas em mais de 220 municípios.

A situação por si só já aproxima o perfil dos candidatos aprovados nos concursos públicos ao da sociedade brasileira.

Por sua vez, vale ressaltar outra questão importante, o qual é desenvolver um serviço público com o perfil de cada brasileiro, ou seja, uma democracia que disponibilize diversidade ao povo.

E ainda escolher cidadãos com experiências diferentes, com capacidade de refletir no desenvolvimento de políticas públicas e proporcionar maior integridade à máquina pública.

Como serão definidas as vagas do Concurso Nacional Unificado?

A ideia da gestão responsável é que na hora de fazer a inscrição os interessados deverão decidir em qual bloco temático ele se enquadra.

Em seguida, eles devem sinalizar quais são os cargos de sua preferência disponíveis no bloco.

Nesse sentido, o candidato poderá fazer as provas objetivas (comuns a todos) e as específicas (objetivos e dissertativas).

A forma de definição das questões fica no encargo dos órgãos organizadores e autoridades públicas.

Dessa forma, isso é feito com base nos cargos e carreiras que compõem um bloco específico.

Contudo, as propostas ainda serão avaliadas por autoridades especializadas no CPU.

Concurso Nacional: por que será realizado em 220 municípios?

Em primeiro lugar, para que fosse feita a seleção desses 220 municípios, foi considerada a densidade em relação à população brasileira e ainda o alcance de influência das microrregiões das cidades médias e também as cidades grandes.

Nesse sentido, os dados são fornecidos pelo IBGE e as comodidades de acesso entre as cidades.

Contudo, caso o município selecionado não tenha estrutura necessária para a realização do CNU, as provas são feitas na cidade mais próxima.

Por que a modalidade do Concurso Nacional Unificado diminui a possibilidade de fazer outros concursos?

O CNU tem como ideia o fortalecimento dos princípios da democracia e acrescentar oportunidades aos interessados ao oferecer descentralização das provas em mais de 210 municípios.

Isso vai de encontro com o modelo tradicional que é centralizado e acaba contemplando poucas cidades, gerando assim uma desigualdade social e geográfica, que infelizmente já existe na sociedade.

Assim, o modelo de ação desse concurso respeita as leis da constituição e permite novos métodos de recrutamento para os serviços públicos.

Conclusão 

O Concurso Nacional Unificado pode ser a sua única oportunidade de se destacar em cargo público, que sem dúvidas, vai trazer mais vantagens e estabilidades do que os empregos na rede privada.

Contudo, a oportunidade só favorece o indivíduo que está devidamente preparado para tal situação.

Portanto, esteja bem consciente do que você quer e se esforce ao máximo, com certeza a recompensa virá.

Veja agora mesmo como se inscrever! Confira nosso conteúdo.