Empregados que tiveram salário reduzido começam a receber auxílio do governo

Anúncios

Os empregados que tiveram salário reduzido ou o contrato de trabalho suspenso começam a receber auxílio do Governo Federal.

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm), como é chamado, equivale a uma parcela do seguro desemprego ao qual esses trabalhadores teriam direito se fossem demitidos e ele deve chegar a mais de 5 milhões de trabalhadores ao longo desse mês.

O pagamento do BEm é previsto pela Medida Provisória 936 – aquela mesma que permitiu a flexibilização das relações entre trabalhadores e empregados durante a pandemia do novo coronavírus.

Anúncios

E, de acordo com o Ministério da Economia, é realizado 30 dias depois de o empregador apresentar ao Governo o acordo referente a redução do salário firmado com o trabalhador.

Sendo assim, esse pagamento do auxílio do governo já deu início na segunda-feira (04/05), já que a MP 936 completou 30 dias de vigência.

Nesse período, 5,4 milhões de trabalhadores já fizeram um acordo de suspensão ou redução salarial, de acordo com o Ministério da Economia.

Além disso, 1,9 milhões desses trabalhadores foram afetados pela MP 936 ao longo dos setes primeiros dias de vigência, logo essas pessoas começaram a receber o bem na segunda-feira (04/05).

Qual valor do auxílio do governo?

O valor do Bem pode sofrer variação entre R$ 261,25 até R$ 1.813,03, já que esse benefício é calculado de acordo com o montante que o trabalhador teria direito a receber com o seguro desemprego em caso de demissão.

Ainda de acordo com a MP 936, esse benefício é equivalente a 100% do seguro desemprego quando o contrato de trabalho é suspenso.

No entanto, quando há redução de 25% ou 50% ou até mesmo 70% da jornada de trabalho, havendo assim a redução proporcional do salário, o valor do benefício equivale a essa mesma porcentagem do seguro desemprego.

Além disso, é válido frisar que apenas os trabalhadores intermitentes possuem direito a um valor realmente fixo.

Assim, nesse caso especificamente, o valor é de R$ 600,00 e cai direto na conta do trabalhador.

Como acompanhar o pagamento?

É possível fazer a consulta do valor do auxílio do governo no portal de serviços do Ministério da Economia e por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Além disso, ainda é possível buscar informações sobre o pagamento junto ao Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, pois são essas instituições as responsáveis por conduzir o depósito do valor do Bem.

O Banco do Brasil vai fazer o pagamento do benefício para os trabalhadores que já são clientes e o valor será creditado direto em uma poupança com variação 73 e que será aberta e vinculada de maneira automática à conta indicada pelo trabalhador.

Por sua vez, a Caixa vai creditar o valor do benefício aos que indicaram uma conta Caixa para receber o auxílio do governo e também vai conduzir o pagamento dos trabalhadores intermitentes que não informaram nenhuma conta bancária no acordo de redução salarial.

Portanto, se esse trabalhador não tiver nenhuma conta, será necessário abrir uma Conta Poupança Digital para que o valor seja depositado.

Compartilhe:

Posts Relacionados