Empréstimo estudantil – Conheça as opções

Anúncios

Para realizar o sonho de entrar em uma universidade existe o empréstimo estudantil, que é vantajoso.

Afinal de contas, o conhecimento é algo bastante valioso e com um curso superior é possível triplicar a sua renda, de acordo com uma pesquisa do IBGE.

No entanto, falta recursos para algumas famílias arcar com a mensalidade das instituições privadas.

Anúncios

Logo, existe a alternativa de empréstimo para estudante, mas será se é uma boa opção? Veja abaixo!

Por que solicitar o empréstimo estudantil?

O empréstimo pode funcionar como um impulso para você realizar o sonho de estudar e se profissionalizar.

Além disso, ele pode ser útil também para:

  • Fazer um curso profissionalizante;
  • Realizar um intercâmbio;
  • Fazer um curso superior, pós-graduação e mestrado;
  • Fazer um curso de idiomas, como inglês, que é uma língua fundamental e solicitada por várias instituições.

Programas de financiamento estudantil

Pensando exatamente na grande procura que existe no Brasil, existem alguns programas de financiamento estudantil que ajudam o jovem a adentrar em um curso superior.

Então, veja abaixo as melhores opções que há e opte por aquela que mais se encaixar no seu perfil.

Fies

É o programa mais famoso de empréstimo estudantil, pois ajuda milhares de pessoas a entrarem nas universidades particulares.

Através dele, é possível financiar os estudos a juros baixos, mas é preciso ter cuidado, visto que o valor final é bem maior do que a mensalidade em si.

Portanto, ter cuidado com a vida financeira é essencial para conseguir quitar o débito de forma correta.

Pra Valer

O Pra Valer é bem parecido ao FIES, também deixando que o aluno pague a mensalidade posteriormente, mas se diferencia na quantidade de tempo que o programa determina.

Isso porque, ele é semestral e cobra do aluno depois de 6 meses na instituição, com juros baixos, mas com um período de quitação menor.

Educa Mais Brasil

Existem também o Educa Mais Brasil, que é bem concorrido, uma vez que oferta bolsas de estudos, que não precisam ser pagas após a conclusão do curso e – além disso, existe também para o ensino básico.

Apesar de aliviar com o desconto, o número de bolsas é baixo comparado as pessoas interessadas no projeto.

Por essa razão, caso queira concorrer, esteja ciente de que as chances são pequenas, onde os descontos podem ser baixos e até mesmo insignificantes.

Outras opções

Caso não consiga nenhuma das opções, é possível recorrer também a outras modalidades de empréstimo, como:

  • Empréstimo pessoal;
  • Empréstimo com garantia.
Compartilhe:

Posts Relacionados