Golpe do Delivery: saiba o que é e como não cair nessa cilada

Anúncios

O Golpe do Delivery já fez milhares de vítimas nas grandes metrópoles do Brasil. Leia o texto e saiba mais!

Golpe do delivery saiba o que é e como não cair nessa cilada

Durante a pandemia as pessoas realizaram ainda mais pedidos por aplicativos de comida, com esse aumento repentino um antigo infortúnio ganhou muita força nessa época, o golpe do delivery.

Se você costuma pedir comida por aplicativo com ou sem frequência, é importante estar sempre atento para não cair nesse golpe.

Anúncios

No texto de hoje você descobrirá como funciona, dicas para não cair e o que fazer se cair. Portanto, não deixe de efetuar a sua leitura até o fim para ficar muito bem informado!

Veja abaixo nosso índice:

  • O que é golpe do delivery?
  • 1. Faça pagamentos online;
  • 2. Não conclua pagamentos sem visualizar o valor;
  • 3. Vá para um lugar iluminado;
  • 4. Não informe dados pessoais e do cartão por telefone;
  • 5. Cobrança extra;
  • 6. Entregador diferente do aplicativo;
  • Conclusão.

O que é golpe do delivery?

Imagina, você realizar o pedido do seu lanche pelo app e quando o entregador chegar, ele te alertar que sofreu um acidente ou o você recebe uma ligação do restaurante informado que o entregar sofreu acidente e que irá outro em seu lugar.

Até aí, tudo bem, certo? Afinal, é algo comum na profissão do motoboy.

No entanto, na hora de passar o valor na maquininha, você não consegue enxergar praticamente nada, pois o visor está rachado ou com algum tipo de defeito que atrapalha a sua visão.

Você confia no entregador, que ele tenha digitado o valor correto e prossegue com a operação para realizar o pagamento no crédito ou débito.

Ao entrar para casa e conferir a notinha no claro, percebe que foi passado um valor muito maior no seu cartão, nesse caso, você acaba de cair no golpe do delivery.

Existe outra variante desse golpe que também está fazendo muitas vítimas. Nessa situação, o entregador pede para iluminar a maquininha na hora em que você digita a senha para ficar mais fácil de enxergar, já que está escuro.

Entretanto, nesse momento, ele está com a câmera do celular ligada e consegue gravar os dados do seu cartão e também a senha.

Infelizmente, essas duas práticas criminosas já fizeram muitas vítimas; conforme os dados do Procon de São Paulo, em junho de 2020, no pico da pandemia, mais de R$600 mil foram  debitados indevidamente de consumidores desses aplicativos.

Por isso, é muito importante ficar sempre atento a essa questão, observe abaixo algumas dicas para não cair nessa cilada.

1. Faça pagamentos online 

faça pagamentos online

A maioria dos aplicativos de fast food dão a opção para seus clientes cadastrarem seus cartões de crédito e débito no app, a fim de realizarem pagamentos online.

Além disso, já é possível realizar pagamentos via Pix em alguns deles, por exemplo, Ifood. Se não conseguir concluir nenhuma dessas formas de pagamento, pague ao entregador em dinheiro.

Portanto, se possível, realize seus pagamentos diretamente no aplicativo, só assim, evitará cair no golpe do delivery.

2. Não conclua pagamentos sem visualizar o valor

não conclua pagamentos sem ver o valor

Nunca. Em hipótese alguma realize pagamento em maquininhas danificadas, onde você não consegue visualizar o valor digitado pelo entregador.

Além disso, confira a sua notinha assim que ele te entregar e guarde-a.

3. Vá para um lugar iluminado

Na hora de digitar a senha, vá para uma área mais iluminada ou use a lanterna do seu celular para iluminar.

Mesmo que aparentemente seja apenas um gesto de gentileza do entregador, não aceite que ele ilumine a maquinha para você digitar a senha. Recuse com educação e use a lanterna do seu celular.

Verifique se a sua senha está sendo digitada no campo certo, fora isso, a senha não deve estar visível na tela da maquininha, tem de aparecer apenas asteriscos. Fique atento a esse detalhe também.

4. Não informe dados pessoais e do cartão por telefone

Se alguém enviar uma mensagem ou te ligar dizendo que é um funcionário do restaurante e pedir para você confirmar alguns dados pessoais ou do cartão de crédito, não passe.

É muito comum os restaurantes ligarem para confirmar o pedido ou até mesmo endereço, mas se pedirem dados pessoais como, por exemplo, documentação, nome da mãe, senhas, etc, não informe, você pode estar prestes a cair no golpe do delivery.

5. Cobrança extra

Não pague nenhum valor que não foi informado no aplicativo, por exemplo, taxa do entregador.

Qualquer acréscimo além do valor da comida deve ser informado no app e antes de você finalizar seu pedido, assim sendo, o pagamento também deve ser realizado na mesma nota.

Mesmo que alguém do restaurante te ligue informando que o entregador fará essa cobrança, não aceite pagar, se houver insistência, diga que entrará em contato com o restaurante pelo app para resolver.

Os golpistas usam muito dessa tática para aplicar esse golpe.

6. Entregador muito diferente da foto do aplicativo

golpe do delivery

Este é outro detalhe simples que pode te ajudar a não cair nessa cilada. Se há a foto do entregador no aplicativo para a fácil identificação, mas na sua casa apareceu uma pessoa totalmente diferente, não pague até ter certeza de que é a mesma pessoa.

Na dúvida, entre em contato com o restaurante para saber se não mandaram outro entregador e esqueceram de avisar.

Como pode ver, a maneira mais eficaz de não cair no golpe do delivery é realizando o pagamento online, diretamente no aplicativo.

Agora, veja abaixo o que fazer se cair nesse golpe.

Caí no golpe do delivery, e agora?

Se você percebeu que caiu nesse golpe, o primeiro passo é ligar imediatamente para o banco do seu cartão e informar o ocorrido.

Pergunte ao atendente qual é a empresa que recebeu o valor passado na maquininha, certamente, ela é a responsável pelo entregador e seu cadastro, e também onde está seu dinheiro.

Agora, o próximo passo é entrar em contato com a empresa e informar o que aconteceu para que ela bloqueie o valor na conta do entregador golpista.

O último passo é ir até à delegacia mais próxima e realizar um boletim de ocorrência, este boletim deve ser enviado para empresa a fim dela ressarcir os valores debitados indevidamente pelo golpista.

Se por acaso a empresa não colaborar e não resolver a situação, será necessário enviar o boletim de ocorrência com o cupom fiscal para o banco administrador do seu cartão e solicitar o cancelamento da compra e estorno do seu dinheiro.

Conclusão

É importante ficar atento para não cair em nenhum golpe do delivery, se por acaso cair, tome as medidas necessárias imediatamente para evitar mais dores de cabeça.

Então, gostou de descobrir as dicas para não cair nessa cilada? Não esqueça de compartilhar para que mais pessoas também não caiam. 

Recomendação de leitura: 5 opções de renda extra na Páscoa.

Compartilhe:

Posts Relacionados