Carro com sinistro: O que fazer após o acidente?

É bem provável que ao contratar um seguro você tenha ouvido o termo carro com sinistro.

Anúncios

Mas você sabe o que realmente significa o sinistro e como proceder no caso de acidente?

No post de hoje vamos te ajudar a entender melhor oque significa um carro com sinistro e todos os detalhes sobre como agir durante todo o processo.

carro com sinistro

O que é um carro com sinistro?

O carro com sinistro é um veículo que sofreu algum dano significativo, isso geralmente acontece por conta de um acidente de trânsito e que foi considerado pela seguradora como uma perda total.

Sendo assim, quando um carro passa ser considerado com sinistro, isso quer dizer que os custos de reparação são mais altos do que o valor de mercado do veículo.

Por isso, a seguradora paga uma indenização ao proprietário do veículo, ao invés de pagar pelo reparo.

Depois do veículo ser declarado carro com sinistro, normalmente ele pode ser comprado por empresas especializadas em leilões de carros sinistrados.

Anúncios

E essas empresas consertam e revendem o veículo, no entanto é sempre importante estar atento a compra de um carro com sinistro, pois podem existir alguns problemas não aparentes.

Sendo assim, é ideal que ao comprar um carro com sinistro você solicite um relatório e avalie todo o histórico do veículo antes de efetuar a compra.

Quais são os tipos de sinistros mais comuns?

Existem alguns tipos de sinistros que podem afetar seu carro, isso dependerá das circunstâncias.

No entanto alguns dos tipos mais comuns de carros com sinistro são:

  • Colisão: Neste caso, pode ser a batida entre dois carros ou de um carro em um objeto ou estrutura fixa causando danos significativos;
  • Roubo: É quando o carro é roubado e não é recuperado;
  • Incêndio: O sinistro é feito quando o carro é danificado ou até mesmo destruído por um incêndio;
  • Alagamento: Quando o carro é danificado por uma inundação ou enchente;
  • Vandalismo: Nesse caso o sinistro é feito quando o carro é danificado intencionalmente por atos de vandalismo, assim como quebra de vidros, arranhões ou até mesmo pichações;
  • Queda de objetos: No caso de o carro ser danificado por objetos como galhos de árvores, pedras e afins que caiam sobre ele;
  • Eventos naturais: Quando o carro é danificado por eventos como chuvas pesadas, ventos fortes ou granizo por exemplo;
  • Acidentes com animais: Quando o carro colide com algum tipo de animal e danifica o veículo;
  • Explosão: Nesse caso é quando o carro é danificado ou até mesmo destruído por explosão ocasionada por gás, por exemplo.

Esses casos são apenas alguns exemplos de carro com sinistro que podem acontecer.

Por isso é importante estar ciente de todos os riscos e estar preparado para lidar com essas situações, através de um seguro adequado ou até mesmo tomando medidas preventivas para evitar o sinistro.

Vale lembrar que ao contratar um seguro, você verifique todas as cláusulas previstas em contrato com seu agente de seguros.

Pois nem todos cobrem todos os tipos de sinistros, eles irão variar de acordo com o seguro escolhido.

Sendo assim, para evitar surpresas confirme todas as informações antes de contratar seu seguro.

Como agir no momento do acidente?

No caso de você se envolver em algum acidente de trânsito e precisar fazer o sinistro, a primeira coisa é agir com calma e seguir alguns passos para manter a segurança das pessoas envolvidas.

Sendo assim, você conseguirá fazer o sinistro da melhor maneira.

Saiba então quais passos você deve seguir:

  • Verifique sua segurança e de todas as pessoas envolvidas, e caso haja feridos ligue imediatamente para a emergência;
  • Caso seja possível mova o carro para fora da pista em um local seguro afim de evitar outro acidente, mas caso não seja possível, sinalize o local de maneira adequada;
  • Para dar início ao sinistro anote algumas informações como:
    • Nome;
    • Endereço;
    • Telefone;
    • Placa e seguro de todos os envolvidos;
    • Modelo, ano e cor dos carros;
    • No caso de haver testemunhas, peça seus nomes e contatos;
  • Tire fotos da cena do acidente e dos danos nos carros envolvidos;
  • Em seguida ligue para a sua seguradora e informe sobre o acidente, siga as instruções e passe todas as informações solicitadas pela seguradora para fazer o sinistro;
  • Caso a polícia não esteja presente no local, faça um relatório de acidente e fique com uma cópia;

Sendo assim, seguindo esses passos iniciais você conseguirá garantir a segurança de todos os envolvidos, documentar os detalhes e agilizar o processo do carro com sinistro junto a seguradora.

Mas lembre-se que isso não é uma regra, cada situação é única e o importante mesmo é seguir as orientações da sua seguradora para lidar com o sinistro.

Como acionar o seguro do carro para o sinistro?

Caso você possua o seguro do carro, siga os seguintes passos para acionar o seguro e fazer o sinistro:

  • Entre em contato com a seguradora

Informe a seguradora imediatamente após o acidente que levou a fazer o sinistro do carro.

Esse contato pode ser feito por telefone ou online, isso dependerá da opção oferecida pela empresa;

  • Forneça informações

Durante o contato será necessário que você informe todos os detalhes para o sinistro do carro, como data, hora, local, e detalhes do acidente.

Assim como nome, endereço e telefone de todos os envolvidos;

  • Informações sobre os veículos

Você também precisará passar as informações sobre os veículos envolvidos como modelo, ano, placa, número do chassi e todas as informações do seguro;

  • Provas do sinistro

Em alguns casos podem ser solicitadas provas do acidente, como fotos da cena do acidente, orçamento de reparos ou o relatório policial que possa fazer o sinistro do carro.

Sendo assim, siga todas as instruções solicitadas pela seguradora e forneça as informações necessárias.

Será possível que a seguradora envie um avaliador para verificar os danos do carro e avaliar se o seguro cobre o sinistro.

Dependendo das circunstâncias o veículo será encaminhado para um centro de reparos que seja autorizado pela seguradora para que seja feito o orçamento de reparos.

Sendo assim, uma vez aprovado o orçamento, a seguradora irá cobrir os custos de reparo ou irá indenizar o proprietário no caso de perda total do veículo.

Mas vale lembrar que isso vai de acordo com as clausulas estabelecidas na sua apólice de seguro.

Uma vez que cada situação é única e fazer o sinistro do carro pode variar de acordo com as circunstâncias.

O que fazer se o carro não tiver seguro?

Uma situação que pode acontecer é de você se envolver em um acidente de trânsito e não possuir seguro para fazer o sinistro do carro.

Sendo assim, o que pode acontecer nesse caso é você ter que arcar com todos os custos, reparos e despesas sozinho.

No entanto, existem algumas possibilidades que podem ser levadas em consideração.

  • Pagar pelos custoso do acidente: Caso você seja responsável pelo acidente, precisará arcar com todos os custos, seus e dos demais envolvidos.

Por isso é importante tentar chegar a um acordo justo que seja vantajoso para todas as partes, uma vez que não existe a seguradora para fazer o sinistro do carro e arcar com as despesas.

  • Solicitar ajuda de um advogado: Em um caso mais extremo, no caso de não haver um acordo amigável, pode ser que você precise buscar auxílio de um advogado.

Nesse caso será aberto um processo de negociação ou uma ação judicial dependendo da gravidade do acidente.

Outra coisa importante a se fazer é registrar o B.O. (Boletim de Ocorrência), independente de possuir seguro para fazer o sinistro do carro ou não.

Algumas seguradoras até exigem o B.O. para que possar ser feito o sinistro, ele pode ser feito de maneira simples pela internet.

Como vender um carro com sinistro?

como vender um carro com sinistro

Uma coisa importante a saber é que um carro com sinistro pode ser comercializado.

Uma vez que o carro com sinistro tenha sido restaurado e funcione em bom estado sem apresentar riscos você poderá vende-lo.

Sendo assim, o carro com sinistro passa por uma vistoria para que fique claro se está em condições de ser vendido inteiro ou apenas para utilização de peças.

Então, seguem algumas dicas de como vender o carro com sinistro:

  • Saiba as leis locais: É importante agir dentro da legalidade na hora de vender seu carro com sinistro, embora seja permitido existem algumas leis que precisam ser cumpridas;
  • Avalie o valor: É imprescindível avaliar o valor de venda de um carro com sinistro, pois ele será mais baixo do que o valor de um carro sem avarias, simule o valor e compare os preços;
  • Divulgue o histórico:  É necessário que você divulgue um histórico honesto sobre todos os danos e reparações feitas.

Pois isso te ajudará na hora da venda e evitará problemas legais no futuro.

  • Considere a possibilidade de fazer reparos: Dependendo do grau, pode valer a pena fazer os reparos antes de colocar o carro com sinistro à venda;
  • Encontre o comprador certo: Vender um carro com sinistro pode ser uma missão um pouco difícil, no entanto considere oferecer para concessionárias ou revendas que oferecem serviço de reparos.

Mas não esqueça que ao vender o carro com sinistro é importante ser honesto em relação ao histórico do veículo.

E caso não se sinta à vontade em vender um carro com sinistro de forma particular, ainda existe a possibilidade de vende-lo para sucata ou oficinas especializadas.

Dicas para evitar acidentes

No entanto o ideal mesmo para que se evite toda essa dor de cabeça com relação ao carro com sinistro, é ser cuidadoso e ter atenção ao trânsito para que se evite acidentes.

Sendo assim, seguem algumas medidas que você pode tomar, como por exemplo:

  • Fique atento as leis de trânsito;
  • Mantenha a manutenção do veículo em dia;
  • Mantenha distância segura;
  • Preste atenção ao ambiente ao seu redor;
  • Respeite as condições climáticas;
  • Entre outras.

Conclusão

No caso de você sofrer um acidente ter um carro com sinistro, busque fazer todos os procedimentos junto a seguradora e resolva tudo da melhor maneira possível.

E não esqueça de que a segurança ao dirigir deve estar sempre em primeiro lugar, então não deixe de seguir nossas dicas para uma direção mais segura para não precisar passar por um sinistro.